sexta-feira, 18 de junho de 2010

Fotos "Inexplicáveis" de Fantasmas

    Você tem medo de fantasmas? Sim? Então por que acessou uma página que tem um monte de fotos deles? Bom... Já que você tá aqui, então venha comigo "matar" a saudade de nossos amigos que já não estão entre nós, mas que, de vez em quando, são flagrados pelos paparazzis de plantão (a maioria do Photoshop) para nos mostrarem que a vida continua, apesar de não estarem mais vivos! Falando mais seriamente, uma coisa que pude notar em quase todas as fotos é que a qualidade das mesmas é péssima, e sua initidez dificulta a visualização de forma que facilita as especulações sobre as tais aparições que, por muitas vezes, poderiam ser meras manchas, reflexos de lente, golpes de vista causados por fumaças e sombras ou quaisquer outras situações que possam ser criadas de acordo com cada ambiente; E, logicamnete, algumas foram manipuladas em programas de manipulação de imagens. Mas será que o sobrenatural não existe e não pode se manifestar entre nós? Mas é claro que sim! Porém, não podemos ser tão ingênuos a ponto de acreditarmos em tudo que vemos e nem permitir que tais coisas, que são de origem malígna, atormentem nossa vida. O único sobrenatural que realmente deve reinar sobre nós é o poder de Deus!



A foto abaixo foi tirada em 1959, pela senhora Mabel Chinnery num cemitério enquanto ela visistava o túmulo de sua mãe e resolveu fotografar seu marido que esperava sozinho no carro. grande foi o susto de ambos quando revelaram a fotografia e viram que havia uma pessoa no banco de trás. A senhora Chinnery imediatamente reconheceu o misterioso rosto como sendo a sua mãe, a pessoa de quem ela havia ido visitar o túmulo.


Essa foto foi feita num cemitério em Queensland, na Austrália em 1946, pela senhora Andrews que estava visitando o túmulo de sua filha de 17 anos de idade que havia falecido 1 ano antes. A senhora Andrews garante que, naquele momento, não havia nenhuma criança por perto apesar da perfeição da imagem. E elea garante ainda que esse bebê não é uma imagem de sua filha quando era criança.



O que temos abaixo é uma imagem fotografada em setembro de 1.999, na igreja Sefton, localizada em Merseyside, na Inglaterra, logo ao norte de Liverpool. No local haviam 2 fotógrafos, e ambos garantem que ninguém mais estava por alí. Especula-se, e eu também creio, que os fotógrafos possam não ter percebido que, na verdade, um dos padres tivesse passado por alí silenciosamente no momento em que foi batida a fotografia.



O que vemos agora é uma foto tirada no cemitério Boothill. Ela foi tirada pelo ator e cantor country Terry Ike Clanton, que fotografou seu amigo (o homem com a arma) propositalmente em preto e branco para o cenário ficar parecido com o Velho Oeste no século XVII. Depois de revelada, a foto mostra claramente, entre os túmulos, a imagem de um homem que parece estar ajoelhado no meio do mato. tanto Clanton quanto seu amigo dizem ter certeza de que não havia ninguém por perto naquele momento.



Essa famosa fotografia é da Lady Dorothy Townshend. Sua história é a seguinte: No início do século XVIII, ela se casou com Charles Townshend, um visconde de Raynham Hall em Norfolk, na Inglaterra, aonde eles também residiam. E, segundo dizem, Dorothy tinha um caso com o Lord Wharton. E, seu marido, quando descobriu sua infidelidade, ficou furioso (é lógico, ninguém gosta de levar chifre, né?). Porém, de acordo com a história oficial, coincidência ou não, ela teria morrido algum tempo depois e devidamente sepultada. Mas, segundo a lenda, na verdade, Charles teria simulado o seu funeral, quando, na realidade, ele a teria escondido em algum cômodo remoto da casa aonde ela ficou até morrer. E, devido a isso, o seu fantasma ainda anda penando pela casa.




Essa foto foi tirada do lado de fora de um prédio nos Estados Unidos no dia 11 de setembro de 2.009, num momento que não havia ninguém alí na recepção. Observe que é possível ver, bem no centro da imagem, uma pessoa aparentemente sentada. E o casal que fez essa imagem garante que alí, além de não haver ninguém, também não existia nenhum sofá ou algo parecido para se sentar. E isso ocorreu no exato momento em que acontecia uma homenagem aos mortos do World Trade Center, um fato ocorrido há exatos 7 anos antes, o que os deixou muito intrigados. Porém, algum tempo depois, descobriram que isso, na verdade, é o reflexo de um caminhão de uma loja de sofás que passava no momento com uma enorme propaganda a qual tinha a fotografia dessa pessoa sentada num sofá. A imagem invertida refletia no espelho exatamente da mesma maneira como vemos aqui. Tá vendo? Nem tudo é o que parece? É preciso analisar bem cada situação ants de sair por aí desesperado dizendo que viu um fantasma.



Quem nunca viu essa foto do fantasma da menina da Indonésia no corredor? É horripilante, né? Até eu fiquei impressionado! Porém, especialistas já comprovaram que é só mais uma montagenzinha editada no Photoshop. Observe bem que há uma perceptível diferença entre a intensidade de iluminação entre a imagem do corredor e da menina. Erro típico de designers amadores. A baixa qualidade da imagem é uma típica desculpa para justificar as falhas de montagem. Foi descoberto também que a imagem da menina nem sequer é uma foto e sim uma espécie de desenho. Então, comprovadamente, essa é só mais uma fraude aonde o que assusta realmente é a quantidade de pessoas que caem facilmente em qualquer história em vez de esperarem uma análise de pessoas que realmente entendem do assunto.



No dia 19 de novembro de 1.995, um antigo prédio chamado Wem Town Hall construído em 1.905, situado em Shropshire, na Inglaterra, foi totalmente incendiado. Várias pessoas da vizinhança se juntaram para ver o desastre, e entre elas estava o senhor Tony O’Rahilly, que resolveu fotografar o incêndio. E muito grande foi a sua surpresa quando revelou as fotos e viu que em uma delas aparece essa nítida imagem de uma menina parada em meio ao intenso fogaréu. Todos os que estavam alí, inclusive o próprio fotógrafo garantem que não havia ninguém dentro prédio, inclusive aquele acidente não deixou nenhuma vítima. Especialistas que analisaram o negativo garantem que não há alterações, ou seja: não é montagem. Muitos acreditam que esse é o fantasma de Jane Churm, uma menina que viveu num vilarejo que existia naquele exato local aonde estava o prédio e que, em 1.677 (318 anos antes) foi incendiado por ela acidentalmente com uma vela que começou a queimar o teto de palha de sua casa. Ela morreu naquele desastre e muitas pessoas afirmam que seu fantasma foi visto em outras ocasiões.



Mais uma foto interessante é essa que foi tirada pelo Rev. Ralph Hardy, um sacerdote aposentado de White Rock, na Colúmbia Britânica em 1.966. Essa é uma das escadarias da Queen’s House, em Greenwich, na Inglaterra. Sua intenção era apenas fotografar a escada, porém essa estranha figura apareceu quando ele revelou o filme de sua máquina. Parece alguém se segurando no corrimão, se arrastando com muitas dificuldades para subir; O curioso é que ele parece estar no beiral e não exatamente nos degraus. Especialistas da Kodak analisaram o negativo original do filme e garantem que ele não foi alterado, ou seja: Não é montagem. Pessoas que conhecem o local dizem que esse não foi o único fato estranho ocorrido alí: Muitos já viram outras aparições, ouviram passos, choros de crianças, portas se fecham e se abrem sozinhas, e alguns afirmam ainda que já foram até beliscados sem que houvesse ninguém por perto.



Essa simpática senhora se chamava Denise Russel. E esse senhor que se encontra de pé bem atrás dela é o seu esposo. Até aí tudo estaria perfeitamente normal se não fosse por um intrigante detalhe: Essa foto foi tirada no dia 17 de agosto de 1.997, e o esposo da dona Denise faleceu em 14 de agosto de 1984, ou seja: Exatos 13 anos antes! Como ele foi parar aí? Pense bem: Ela estava num asilo, haviam vários outros velhinhos por perto, eles podem não ter percebido a aproximação desse senhor que é idêntico ao esposo dela... Bom... É só uma opinião! Agora observa um negócio comigo: Do lado esqerdo da imagem, acima do carro vermelho existe uma figura escura que lembra um pouco a Dona Morte. Você consegue ver a mesma coisa que eu? Sei lá! Talvez seja coisa da minha cabeça!



Essa é uma fotografia de 1963 tirada pelo K. F. Lord na igreja de Newby, em North Yorkshire, na Inglaterra. O sacerdote tem absoluta certeza de que não viu ninguém no altar naquele momento, e nem essa igreja havia registrado a aparição de nenhum fenômeno sobrenatural antes.Talves tenha passado pela sua mente aquele personagem da série de filmes "Pânico", só que essa foto é muito mais antiga do que o filme e, além disso, especialistas que a analizaram garantem que não se trata de uma dupla exposição com efeito transparente... Traduzindo: Não é uma montagem!



Essa imagem do filme "Três Solteirões e um Bebê", sem dúvida nenhuma, é uma das mais famosas fotos de fantasmas já conhecidas. Observe o menino atrás das cortinas. A produção garante que não havia mais ninguém alí além dos atores que estavam contracenando e que aquele menino não fazia parte do elenco. Mas como uma competente equipe técnica deixou escapar um detalhe desses? Será que eles não revisam as cenas antes de fechar as edições e publicar os filmes? Mistério! Muito mistério!

Nenhum comentário:

Mais...

Gostou dessa postagem? Então CLIQUE AQUI e leia outras!

Receba as atualizações desse Blog em seu E-mail









Para receber todas as atualizações através do Facebook. Basta curtir nossa FanPage.